Você certamente já se perguntou como fazer os melhores investimentos com pouco dinheiro, não é? Por mais que os investimentos financeiros estejam cada vez mais presentes na vida do brasileiro, eles ainda são desconhecidos por muita gente. Isso ocorre porque, além da pouca educação financeira, há pouca informação acessível sobre o assunto.

Tanto é que tem gente que acredita que esse é um assunto restrito para quem tem muito dinheiro — o que não é verdade. Sabia que dá para fazer ótimos investimentos financeiros com pouco dinheiro?

Mesmo quem não tem uma grande quantia guardada consegue aplicar seus recursos em um produto ou ativo para obter retorno financeiro superior àquele valor investido inicialmente. Se você se identifica com esse perfil, continue a leitura e entenda melhor onde e como investir com pouco dinheiro:

 

Os melhores investimentos com pouco dinheiro

 

Confira a seguir nossa seleção dos melhores investimentos com pouco dinheiro e entenda melhor cada um:

 

  • Tesouro Direto.
  • Crédito de Depósito Bancário (CDB).
  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA).
  • Fundos de Investimento.
  • Títulos Públicos.

 

Tesouro Direto

 

Trata-se de um dos melhores investimentos com pouco dinheiro e, sem dúvidas, um dos mais simples do mercado. Por isso, muita gente enxerga o Tesouro Direto como a porta de entrada para quem está pensando em investir dinheiro.

Além de simples, o Tesouro Direto tem o menor risco —  uma característica importante para quem está começando e/ou tem um perfil conservador, ou seja, não se importa em obter um rendimento mais modesto, garantido e seguro.

Características do Tesouro Direto:

 

  • Grau de risco: baixo.
  • Investimento mínimo: R$ 30.
  • Resgate: quando você quiser.
  • Imposto: 15% a 22,5%.

 

Crédito de Depósito Bancário (CDB)

 

Outra opção entre melhores investimentos com pouco dinheiro em renda fixa. O Crédito de Depósito Bancário tem baixo risco e é feito de títulos emitidos para que os bancos e as instituições financeiras financiem suas atividades de crédito.

O CDB é uma opção para todos os perfis de investidores e seu funcionamento é muito simples. Trata-se de um empréstimo que você faz para o banco ou a instituição financeira e, em troca disso, recebe como remuneração os juros.

Existem alguns tipos de CDB, sendo cada um atrelado a um determinado índice. Tem aquele à inflação, ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário) ou com taxas de juros prefixadas. Você pode escolher o mais rentável do momento.

Características do CDB:

  • Grau de risco: baixo.
  • Investimento mínimo: R$ 1.000.
  • Resgate: somente no vencimento.
  • Imposto: 15% a 22,5%.

 

Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

 

Um dos tipos de investimentos de renda fixa mais populares, a LCA é emitida pelas instituições financeiras públicas e privadas com o objetivo de obter recursos para o setor do agronegócio.

Trata-se de uma opção de investimento de baixo risco e, ao mesmo tempo, de curto prazo. Ao comprar uma LCA, você se torna credor do agronegócio e recebe seu dinheiro acrescido de juros ao resgatá-lo.

O que chama atenção na LCA, além da sua rentabilidade, é a tributação. Essa modalidade de investimento é isenta de Imposto de Renda. Mais uma ótima opção de investimento, certo?

Características da LCA:

  • Grau de risco: baixo.
  • Investimento mínimo: R$ 1.000.
  • Resgate: somente no vencimento.
  • Imposto: isento.

 

Fundos de Investimento

 

O fundo de investimento está entre os melhores investimentos com pouco dinheiro, justamente por sua flexibilidade com relação aos valores.

Reúne os recursos de muitos investidores, denominados cotistas. Os recursos  são aplicados em ativos financeiros que variam de acordo com o tipo e a estratégia do fundo.

Cada fundo possui suas regras para aplicação, resgate, horários, custos e etc. Ao contratar um, você precisa estar de acordo com tudo isso e pagar uma taxa de administração.

A taxa de administração serve para que um administrador fique responsável pelo fundo contratado. Os fundos de investimento podem ser compostos por títulos públicos, de renda fixa, ações, derivativos, commodities e cotas de outros fundos.

Perceba que esse é um investimento coletivo. Assim, é possível investir em diversos produtos financeiros, de diferentes graus de risco e rentabilidade — sem a necessidade de aplicar grandes valores.

Características dos Fundos de Investimento:

  • Grau de risco: alto.
  • Investimento mínimo: R$ 100.
  • Resgate: quando quiser.
  • Imposto: 0% a 22,5%.

 

Títulos Públicos

 

Papeis emitidos pelo Tesouro Nacional, os títulos públicos são uma forma do governo financiar a dívida pública. Quando você compra títulos públicos, empresta dinheiro para o poder público e, em troca, recebe ele de volta acrescido de juros.

Eles estão entres os melhores investimentos porque o governo incentiva muito essa modalidade de aplicação, principalmente para pessoas físicas. Nos últimos anos, realizou várias mudanças — desde a redução do valor mínimo para aplicar até a opção de investimentos programados.

O investimento programado tem várias funcionalidades, como as compras periódicas, o reinvestimento de títulos que estão vencendo e o reinvestimento de juros pagos pelos títulos semestralmente, os chamados cupons.

Vale destacar que a opção de reinvestimento requer cuidados. O processo de reinvestimento é feito de modo automático nos mesmos ativos que você já trabalha.

Contudo, alguns têm vencimentos longos demais — o que pode não atender suas necessidades de um resgate mais rápido.

Características dos Títulos Públicos:

 

  • Grau de risco: baixo.
  • Investimento mínimo: R$ 4.000.
  • Resgate: quando quiser.
  • Imposto: 15,5% a 22,5%.

 

Agora que você conhece os melhores investimentos com pouco dinheiro, pode se programar para fazer o seu render mais. Escolha um parceiro seguro para fazer isso, como a Easynvest — plataforma fácil de mexer e entender. Nela, você encontra mais de 300 tipos de investimento.

Conheça aqui o nosso simulador para ter uma ideia do quanto rende o seu dinheiro em diferentes investimentos.