Você já deve ter se perguntado isso: como um acionista ganha dinheiro ao comprar ações de uma empresa? Uma das formas é recebendo parte dos lucros das companhias em dinheiro, os chamados Dividendos.

 Por que e como as empresas pagam Dividendos? 

O pagamento de Dividendos é uma forma de remunerar o acionista e atrair novos investidores. Todas as companhias que estão na Bolsa de Valores são obrigadas a distribuir no mínimo 25% do lucro aos seus acionistas. Empresas estabilizadas economicamente não possuem muita variação no valor das suas ações e portanto, dividir uma parte do lucro é uma forma de manter-se atrativa para novos investidores.

Para fazer o pagamento de Dividendos, o conselho administrativo/financeiro da companhia faz um balanço geral para verificar os lucros e a possibilidade de pagamento aos acionistas. Resolvida essa questão, é anunciado publicamente o pagamento e o valor do montante a ser distribuído. Quanto mais ações um investidor possui, mais ele receberá. O percentual a ser pago pode aumentar ao longo dos anos, conforme aumenta a renda da companhia.

Quais são os tipos de dividendos? 

Existem algumas formas de se fazer o pagamento do lucro de uma companhia. Algumas delas são: pagamento em moeda, ações adicionais, direitos de subscrição, dividendo especial extraordinário, juros sob capital próprio (JPC). Vamos passar rapidamente por cada uma delas:

Tipos de Dividendos
Dinheiro Ações Direitos de Subscrição Dividendo Especial Juros sob Capital Próprio (JCP)
É o pagamento que vai para a conta do acionista na corretora. Ele decide se quer sacar o valor ou quer reinvestir em novas ações. Ao invés de receber um depósito em sua conta, o acionista recebe mais ações da companhia. Acontece quando a empresa coloca mais ações à venda e seus acionistas tem a possibilidade de comprar antes do mercado, geralmente por um preço mais baixo. É quando a companhia faz um pagamento especial, geralmente fora da agenda. É conhecido como “dividendos one-time”. É quando o acionista paga Imposto de Renda retido na fonte de 15% sob a ação. A companhia que faz este tipo de pagamento tem isenção fiscal, portanto paga valores maiores.

 

O que é uma carteira de dividendos e como montá-la? 

Quem começa a investir, precisa diversificar os investimentos. Como fazer isso? Comprando ações de empresas diferentes e não todas da mesma companhia. Desta forma, é possível montar a sua carteira de dividendos, que é o conjunto das ações compradas que podem vir a trazer um bom lucro no futuro.

Saiba mais sobre como montar uma carteira de dividendos.

Para se montar uma boa carteira de dividendos, é necessário escolher empresas sólidas e estáveis, com conselhos administrativo e financeiro competentes e que façam o pagamento de dividendos com frequência. É importante analisar o histórico de pagamento destes dividendos e verificar se não existe muita oscilação no valor pago ao longo dos anos. Caso haja, é possível que essa não seja uma boa empresa para investir.

Aqui na Easynvest, te ajudamos a descobrir qual é o seu perfil de investidor. Depois disso, você pode simular qual o melhor tipo de investimento para o seu perfil em relação ao que está buscando.

O que é Agenda de Dividendos? 

Agenda de dividendos é um grupo de empresas que faz o pagamento de dividendos em um determinado período. É necessário acompanhar algumas datas importantes da agenda. Vamos a elas:

1. Declaração 

É quando uma companhia anuncia que fará o pagamento de dividendos. A partir do momento desta declaração, ela é obrigada por lei a efetuar a quitação dos valores prometidos. 

2. Ex-data (ou ex-dividendo) 

A Bolsa de Valores define como será feito o pagamento de dividendos que foi anunciado pela empresa. Quem comprou ações antes da ex-data, recebe os lucros, e quem comprou depois da data anunciada, não participa do rateio.

3. Registro 

Data de Registro é quando a companhia registra todos os investidores que irão receber dividendos e faz o envio de documentação financeira e administrativa aos interessados.

4. Pagamento 

É o dia de pagamento dos valores declarados aos acionistas da companhia.

 

Dá pra viver de Dividendos? 

É possível viver de dividendos, sim! Para isso é preciso um bom valor aplicado, paciência e uma carteira diversificada. Também é necessário sempre estar atento ao mercado e escolher as melhores empresas para investir e assim, aumentar o capital.

Uma das manobras para esse ganho de capital é acumular uma espécie de juros sobre juros nas ações, o chamado reinvestir o dividendo: é quando um investidor recebe o valor do dividendo em dinheiro e usa este montante para a compra de mais ações.

 

Para quem se pergunta se vale a pena viver de dividendos, a resposta também é sim. Aqui na Easynvest você abre uma conta online, gratuita, sem burocracia, descobre qual o seu perfil de investidor e começa a investir no seu futuro na mesma hora. 

Abra sua conta na Easynvest e comece a investir agora mesmo!