Quer saber o que fazer com o dinheiro do FGTS? Se você tem dinheiro parado em alguma conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), ativa ou inativa, foi beneficiado pela liberação de saques pelo Governo Federal. Já pensou no que fazer com esse dinheiro? Tem coisa melhor que fazer ele virar mais dinheiro ainda?

O que é FGTS?

O FGTS foi criado em 1966. Seu objetivo é de funcionar como uma poupança que o empregador é obrigado a fazer para os funcionários. Cada contrato de trabalho tem uma conta de FGTS diferente. Se o contrato estiver vigente a conta é ativa, e se já tiver terminado, a conta é inativa.

Os empregadores devem depositar em contas abertas na Caixa Econômica Federal em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário bruto de cada um todos os meses. Já para contratos de aprendiz, deve ser depositado 2% do salário e para trabalhadores domésticos, 11,2%.

O que mudou nos saques do FGTS?

A partir de setembro de 2019, cada trabalhador pode retirar até R$500 de cada conta do FGTS, inativas ou ativas. Assim, contribuintes que quiserem fazer esse saque continuam podendo sacar a quantia integral nas contas, mais a multa de 40%, em caso de demissão sem justa causa.

Para saber o calendário dos saques divulgado pelo Governo Federal, confira esse post no nosso blog.

O que fazer com esse dinheiro?

Dados do Banco Central mostram que dívidas já correspondem a mais de 44% da renda das famílias brasileiras. Vamos combinar que ninguém aguenta mais pagar juros né?

Você já pensou em virar a mesa, e dessa vez você emprestar dinheiro para o governo, bancos e financeiras, e ganhar juros por isso? Porque é exatamente assim que funciona a Renda Fixa. Além disso, esses investimentos podem ser a porta de entrada para quem quer começar a investir e quer entender melhor o mundo dos investimentos.

Investir em Renda Fixa nada mais é que emprestar dinheiro para alguém. Esse empréstimo tem prazo de vencimento e uma taxa de rentabilidade acordada no início do contrato. O preço do investimento é sempre variável, já a taxa de rendimento é fixa, sendo ela pré-fixada, pós-fixada ou híbrida, como no Tesouro Direto ou nos CDBs. Para mais informações sobre Renda Fixa, confere esse vídeo do nosso Youtube:

Aproveita e dá uma olhadinha nos investimentos disponíveis na nossa plataforma e tome a melhor decisão para você!