_ Texto por Invista como uma garota

Fazer aniversário pode ser algo interessante. Tem gente que aproveita o momento pra rever tudo que fez no último ano. Tem gente que para pra pensar no que quer fazer no próximo. Tem gente quem só deixa a data passar como um dia comum. Em qualquer uma dessas opções, se olharmos pra história do Nós, Mulheres Investidoras, estaremos felizes com o que já rolou, com o que ainda vamos fazer e também com o nosso dia a dia.

No dia 09 de outubro de 2019, o movimento completou três anos de existência e, apesar de parecer pouco tempo, ele está ganhando muita força e já podemos ver seus impactos. Quando a Easynvest começou o movimento lá em 2017 o número de mulheres que investiam ativamente na corretora era de 27%. Hoje já estamos em 37%. Ficamos muito felizes com o caminho até aqui, mas sabemos que temos muita coisa pra conquistar ainda.

Sabemos que conteúdo e o be-a-bá de como investir está cada vez mais disponível na internet (e que bom que está!), mas mesmo assim muitas mulheres ainda não dão o primeiro passo e começam a investir. E aqui está o maior gap que queremos mudar ao longo dos próximos anos: fazer com que as mulheres se sintam confortáveis pra começar, despertar esse sentimento de que “sim, eu consigo investir bem e isso é bem mais simples do que parece”.

Existem muitos caminhos pra que isso aconteça – e já começamos a implementá-los. Mais encontros presenciais, incentivos pra quem já começou a trazer as amigas, lives presenciais e na internet só com mulheres e muitas ideias que ainda estão por vir.

Por isso, queremos finalizar a comemoração de hoje convidando você a trazer as mulheres mais próximas de você para o movimento Nós, Mulheres Investidoras. Você já investe? Já parou pra pensar que talvez elas só precisem de alguém que as conforte e sente com elas para fazer o primeiro investimento junto? Elas estão conseguindo guardar dinheiro? Que tal vocês conversarem sobre isso?

Vamos juntas?

__

 

Conheça o projeto parceiro do Nós, Mulheres Investidoras:

Vic Giroto e Aninha Baraldi começaram o Invista como uma garota em julho de 2018, um projeto que aproxima mulheres no começo da carreira de diálogos informais e sem tabu sobre dinheiro, investimentos, orçamento pessoal e questões da mulher no mercado de trabalho. Apaixonadas por educação financeira e economia comportamental, encontraram assim uma forma contribuir ativamente com a causa feminista: a liberdade da mulher passa pela autonomia financeira.