Quem acompanha o noticiário econômico já deve ter se deparado com a sigla IPO. O significado dela é Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial. Trata-se do processo utilizado por empresas para lançar ações na Bolsa de Valores pela primeira vez.

Ações são pedacinhos de uma empresa. Elas são comercializadas com o objetivo de gerar renda para a execução de diversos projetos, desde infraestrutura à expansão dos negócios. Desse modo, quem compra ações se torna sócio e adquire uma pequena porcentagem dela.

Esse processo de abertura de capital na Bolsa de Valores começa com o registro da empresa no órgão regulador desse mercado. No Brasil, essa é uma responsabilidade da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Continue a leitura, conheça a vantagem do IPO para as empresas e saiba mais sobre esse processo.

Por que as empresas lançam um IPO?

Quando uma empresa lança um IPO, ela deixa de pertencer a apenas um grupo limitado de pessoas e passa a ter sócios anônimos em qualquer parte do país e até do mundo — que podem negociar as ações sempre que desejarem.

O objetivo principal do IPO é fazer o negócio crescer. Isso acontece a partir da captação de recursos por meio da venda de ações, ou seja, pequenas partes da empresa.

Quem tem o hábito de investir na Bolsa de Valores está sempre atento à abertura de capital de empresas que estão chegando nesse mercado, pois isso representa a oportunidade de comprar ações por um valor mais baixo. Com o crescimento do negócio, elas se valorizam e podem ser vendidas por um preço maior. Essa é uma das maneiras que esses investidores obtêm seus rendimentos.

Algumas ações ainda oferecem outro ganho: divisão de lucros. O investidor que compra esses papéis recebe uma parte do lucro e assim aumenta seu capital.

Qual é a vantagem do IPO para as empresas?

A principal vantagem do IPO é o acesso aos recursos dos acionistas. Trata-se de um dinheiro extra que oferece oportunidades de estabilização e, principalmente, crescimento. É a chance que um negócio tem de gerar resultados ainda melhores!

O dinheiro oriundo das ações pode ser utilizado na realização de investimentos para a expansão da marca, desenvolvimento de novos produtos e serviços, pagamento de dívidas, compra de outras empresas e o que mais for necessário para o cumprimento dos objetivos da organização.

Do ponto de vista estratégico, trata-se de uma grande vantagem. Empréstimos feitos em bancos e outras instituições financeiras, mesmo para empresas, costumam ter juros altos — diferente do que acontece com os recursos que vêm das ações.

No entanto, destacamos que uma empresa de capital aberto passa a ser regulada por órgãos que protegem os investidores.

Outro ponto importante é que as informações operacionais e financeiras devem ficar disponíveis para o público, tornando o negócio transparente para quem deseja investir nela ou já faz parte do quadro de acionistas.

Como ocorre esse processo de abertura de capital?

O processo do IPO demora cerca de 1 ano e pode custar, dependendo do tamanho da empresa, até alguns milhões de reais. Veja como ele é feito:

Equipe

Um gerente de projetos encabeça esse processo e monta uma equipe composta por advogados, banqueiros, contadores e especialistas nas regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O objetivo dessa equipe é montar um documento chamado de prospecto que inclui o histórico das demonstrações contábeis referentes aos últimos três anos da companhia.

Contratos  

Em seguida, são elaborados os contratos de transição de propriedade para fazer as ações. Ao mesmo tempo, as demonstrações contábeis que estão no prospecto passam por auditorias. Os resultados dessas auditorias são analisados três meses antes do lançamento do IPO.

Inclusão na Bolsa de Valores

O último passo do IPO é a inclusão da empresa na Bolsa de Valores. Isso acontece a partir do depósito do prospecto junto à CVM e da divulgação na imprensa de que será lançado o IPO. Feito isso, as ações podem ser disponibilizadas pela primeira vez no mercado.

Como adquirir ações de IPO na Bolsa de Valores?

Escolha a empresa

Faça uma análise minuciosa do prospecto. Confira o histórico e demonstrativos contábeis da empresa para se certificar de que ela pode ser rentável.

Reserve as ações  

Crie sua conta aqui na Easynvest para informar a quantia que deseja comprar de acordo com a faixa de preço estabelecida. Contudo, após a reserva, não é possível desistir da operação.

Obtenha o preço final

A precificação das ações acontece em um processo chamado de bookbuilding. Um banco de investimentos avalia a empresa e estabelece as diferentes faixas de preços para cada ação. Também é analisada a demanda pelos papéis (reservas).

Demanda

Caso a demanda pelas ações não seja maior que a oferta, o processo de IPO não será realizado. Mas se ela for maior, começa as negociações na Bolsa de Valores.

Observe que o IPO oferece vantagens tanto para empresas quanto investidores, pois pessoas comuns podem adquirir essas ações logo no início. Com o crescimento da companhia e a valorização dos papéis, fica mais fácil obter um retorno maior.

Para ampliar seu conhecimento sobre ações, disponibilizamos outro artigo que detalha como elas rendem. Confira!