Em um passado recente, quando construíam um patrimônio, as pessoas investiam parte dele em imóveis. Por meio disso, garantiam uma renda com o aluguel e ainda deixavam uma herança para os filhos e netos. Dessa forma, o investimento em imóveis se tornou uma das modalidades mais conhecidas entre os brasileiros e deu origem ao fundo imobiliário.

 

O que é Fundo Imobiliário?

 

O fundo imobiliário surgiu para aumentar a liquidez conquistada com a compra e venda de imóveis, além de facilitar o processo de negociação.

Ao invés de comprar diretamente um imóvel, o investidor faz parte de um grupo (condomínio) que adquire uma ou mais cotas (apartamentos/casas). O rendimento obtido é livre de imposto de renda e não há toda a burocracia que envolve a compra de um imóvel.

Continue a leitura e saiba mais detalhes sobre fundo imobiliário, se esse investimento vale a pena e para qual tipo de investidor é indicado.

 

Como funciona o fundo imobiliário?

 

O fundo imobiliário tem um patrimônio composto por empreendimentos de estrutura física, como imóveis comerciais e residenciais — tanto em construção quanto finalizados e entregues por suas respectivas construtoras.

Nessa modalidade de investimento, você aplica dinheiro nos ativos do setor imobiliário. Cada fundo funciona como se fosse um condomínio e, para participar, você deve comprar uma ou mais cotas e se tornar dono de parte desse patrimônio.

Na prática, é como comprar um imóvel. No entanto, embora tenha em seu nome uma ou mais cotas, você não responde por qualquer obrigação legal ou contratual sobre o imóvel que faz parte do fundo.

Os recursos investidos pelos cotistas são aplicados em empreendimentos como prédios comerciais, imóveis residenciais, galpões, shopping centers, escolas e outras construções.

Ao adquirir uma cota de fundo imobiliário, você concorda em ceder a administração dele para um gestor profissional. Cabe a ele tomar as medidas administrativas e fazer a manutenção dos empreendimentos. Em contrapartida, o gestor obtém os rendimentos proporcionados através de aluguel, comercialização e outros.

 

Por que investir em um fundo imobiliário?

 

chaveiro em formato de casa, representando o fundo imobiliário.

O fundo imobiliário é uma ótima opção para quem quer diversificar seus investimentos de maneira prática e barata.

 

Culturalmente falando, o brasileiro se sente seguro ao investir em imóveis — principalmente quando se trata de uma pessoa com mais idade, como nossos pais e avós. No entanto, a compra de imóveis costuma ser algo que envolve altos valores e, para o pequeno investidor, nem sempre é possível.

A democratização dos investimentos em imóveis ocorreu com o surgimento dos fundos imobiliários, pois a cota pode ter o valor variável. Por meio dele, você adquire parte do empreendimento. Com R$ 100, você já pode ser sócio de um imóvel e obter parte do rendimento dele.

Essa é uma das maneiras mais práticas de se evitar todas as etapas envolvidas na obtenção de lucros a partir da aquisição e locação de um imóvel. Quem opta pelo caminho tradicional, pode levar anos para ter um imóvel como fonte de renda.

O fundo imobiliário também supera a burocracia relativa ao registro e transferência do imóvel, além dos impostos envolvidos com a propriedade. Como cotista, você não precisa se preocupar com isso, pois todas essas responsabilidades são do gestor do fundo.

As formas de rendimento do fundo imobiliário

 

Dividendos mensais

 

Todos os aluguéis recebidos pelo gestor são somados e divididos de maneira proporcional a quantidade de cotas adquiridas entre os investidores. Desse valor, são descontados os custos de administração e conservação do imóvel.

 

Valorização das cotas

 

Quando o imóvel se encontra em uma situação de valorização, com alta procura pelas cotas dele, você pode vender uma parte ou toda a sua participação para obter lucro nessa operação.

 

Dissolução do fundo

 

Forma menos comum de ganho. Nela, o imóvel é vendido e o valor arrecadado, já com as taxas descontadas, é distribuído entre os cotistas.

 

Quais são as vantagens de se investir em fundo imobiliário?

 

Isenção fiscal

 

Investindo como pessoa física em fundos imobiliários, você pode ficar livre do pagamento de impostos. Basta ter menos de 10% de participação em um único fundo.

 

Acessibilidade

 

Pense nas chances que teria, pelo caminho comum, de comprar uma parte de um shopping center, hospital, hotel ou edifício comercial. Pela plataforma da Easynvest, você pode comprar suas cotas em fundos imobiliários de maneira rápida e fácil.

Baixo custo

 

investimento inicial para participar de um fundo imobiliário é de R$ 100. Além disso, não há o custo com registro de imóvel, transferência e outras ações que seriam comuns em uma compra tradicional.

Diversificação

 

Alguns fundos imobiliários são dedicados a determinados nichos do mercado, o que pode proporcionar ganhos mais interessantes. Se, hipoteticamente, a área da saúde está ganhando mais estruturas do que a comercial, você pode procurar um fundo voltado especificamente para ela ou outra que esteja em alta.

Observe como o fundo imobiliário permite a investimento prático de dinheiro em imóveis, sem toda aquela burocracia comum com a compra tradicional de uma edificação. Por meio dele, você pode começar investindo pouco e obter ganhos a partir disso.

Para investir, abra a sua conta na Easynvest e, dentro da plataforma, conte com apoio especializado para escolher o seu fundo imobiliário.