Você já ouviu falar em Factor Investing? Bom, em seu dia a dia, você toma muitas decisões, certo? Desde a hora que acorda e escolhe o que vai comer no café da manhã. Ou o que vai vestir, como está o trânsito e a rota mais rápida para chegar ao trabalho. Até mesmo o que pedir num app de comida ao fim do dia.

Parece simples e cotidiano, não é? Mas são todas decisões estratégicas e pensadas que levam em consideração o que você quer, o que é melhor para o momento e como atingir aquele objetivo. Ou seja, vários fatores e questionamentos aparecem em sua mente durante a decisão e antes de chegar ao veredito final.

É exatamente assim que a estratégia de Factor Investing funciona. Neste post, você vai encontrar um guia completo para conhecer esse termo que é relativamente novo no Brasil, mas tem se valorizado cada vez mais.

Aqui você encontrará:

  • O que é Factor Investing?
  • Tipos de fatores
  • A importância da diversificação
  • Diferença entre Factor Investing e Value Investing
  • Como investir e usar na prática o Factor Investing?

O que é Factor Investing?

Já ouviu falar em Factor Investing, mas não sabe o que é? Ou nunca ouviu falar? Calma, nós vamos explicar! Cada vez mais popular no país, oito das dez maiores gestoras de recursos do mundo já utilizam esse sistema, também conhecido como estratégia de investimento de fatores.

De forma resumida, Factor Investing é uma metodologia utilizada para identificar empresas e Ações da Bolsa de Valores com maior potencial de ganhos no longo prazo. Ele também é usado para alcançar retornos acima do mercado.

E como isso acontece? Bom, consiste em uma estratégia de fatores que determinam os principais critérios para montar uma carteira com ativos diversificados, e assim, criar uma decisão melhor para seu investimento.

O Factor Investing se baseia em algumas características, também chamadas de fatores. Em outras palavras, essa metodologia investiga o que determina o retorno de qualquer tipo de ativos, por exemplo ativos de Renda Variável como Ações, títulos de Renda Fixa bem como imóveis. No Factor Investing são vários os fatores que podem ser analisados na hora de escolher um investimento para colocar o seu dinheiro.

Desta forma, o Factor Investing, é uma estratégia baseada em fatores e significa, que na hora de fazer um investimento, não vão ser os ativos ou Ações que serão analisados, e sim os fatores.

Factor Investing busca ganhos acima do mercado

Além disso, a estratégia é utilizada por investidores que procuram aumentar a diversificação e gerar ganhos acima do mercado. Mas calma, tudo é feito por meio de regras, dados, análises e alguns requisitos estratégicos.

Ainda tem dúvida? A Easy simplifica para você. Pense em gráficos e dados de análise, na maioria dos casos eles servem para mostrar o que é melhor ou pior, certo?

O Factor Investing também. Ou seja, a estratégia de investimento utiliza regras e principalmente fatores para montar uma carteira diversificada de ativos com melhor rentabilidade no longo prazo. 

No próximo tópico vamos explicar cada um desses fatores determinantes.

Tipos de Fatores

Factor Investing é uma estratégia usada para escolher ativos, investir com base em fatores e, assim, obter maiores retornos. Mas o que são esses fatores?

Os fatores determinam como deve ser o retorno das Ações e de qualquer outro ativo. Em outras palavras, ele serve para tentar identificar quais são os fatores que tendem a resultar nos melhores retornos para o bolso do investidor.

Existem diversos tipos de fatores no mercado. Mas há dois grandes grupos principais: os Macroeconômicos e os Fatores de Estilo.

Fatores Macroeconômicos

Dentro dos Fatores Macroeconômicos, existem elementos e riscos mais amplos. São eventos sistêmicos que podem impactar todo o mercado financeiro e também as categorias de ativos de investimentos.

Como por exemplo:

  • Crescimento econômico do país
  • Inflação
  • Juros e Taxas
  • Crédito
  • Liquidez

Fatores de Estilo

Os Fatores de Estilo afetam ativos financeiros em específico. Dentro dos Fatores de Estilo, podemos encontrar as seguintes classificações:

Valor

No fator valor, entram indicadores que ajudam a identificar aquelas Ações que podem estar subvalorizadas e até mesmo valendo mais do que deveriam.

Momento

Ações que tiveram bons desempenhos no passado, podem apresentar bons retornos no futuro e tendência de alta. Esses resultados são identificados pelo fator “momento”.

Qualidade

Esta categoria de fator é utilizada para avaliar a qualidade de um ativo. As qualidades de uma empresa podem ser definidas por características como: baixo endividamento, ganhos estáveis, crescimento consistente, governança corporativa forte, retorno sobre patrimônio, lucros e muito mais. Todas elas influenciam no fator. 

Volatilidade

É comum existir uma preferência no Factor Investing por Ações que possuem volatilidade menor. Portanto, neste contexto, Ações com baixa volatilidade podem alcançar retornos maiores ajustadas ao risco.

Como assim? Ações mais estáveis e de risco menor. Ou seja, você vai receber um ganho mais adequado ao risco que estará correndo no momento que decide investir em determinada Ação.

Tamanho

Ações de empresas menores, como as tão faladas Small Caps, possuem tendência de crescimento e maior potencial de retorno quando comparadas com as grandes empresas da Bolsa de Valores.

Quer saber mais sobre as Small Caps? Confira o vídeo:

A Importância da Diversificação

Agora que você já sabe o que é investimento baseado em fatores e a importância de determinados fatores para montar uma carteira, qual é a vantagem de usar a estratégia de Factor Investing?

Além da análise considerando fatores, uma das vantagens certamente é a montagem de uma carteira com ativos diversificados. E sabemos que a diversificação é um dos termos mais importantes no mundo dos investimentos.

Recapitulando a prática de Factor Investing, após a análise por fatores, aloca-se investimentos em uma carteira diversificada, com mais possibilidades de obter rentabilidade no longo prazo. Mas qual é a importância da diversificação na hora de investir?

A diversificação é uma estratégia usada tanto por investidores iniciantes quanto pelas pessoas mais ricas do mundo. Afinal, o objetivo é reduzir os riscos e aumentar os ganhos e, no caso do Factor Investing, garantir uma boa rentabilidade no longo prazo.

Para isso, basta pensar na frase clichê “não coloque todos os ovos na mesma cesta”. Se a cesta cair, todos os seus ovos vão se quebrar. 

A diversificação dos investimentos consiste em distribuir o seu dinheiro em diferentes tipos de ativos. E o Factor Investing te ajuda a fazer justamente isso, pois cria uma carteira diversificada e balanceada. Tudo isso ocorre através da análise de fatores que levam em consideração a rentabilidade para a montagem do portfólio diverso.

Diferença entre Factor Investing e Value Investing

Existem várias formas de escolher e analisar uma Ação. Existem duas estratégias já conhecidas no mercado e que geram retornos aos investidores.

Uma delas é a Análise fundamentalista. Essa metodologia analisa os fundamentos da empresa, incluindo fatores macroeconômicos, nível de endividamento, resultados financeiros e muito mais.

Existe também a análise técnica que se orienta exclusivamente por meio de gráficos. 

Outro termo muito falado no mercado financeiro quando se trata de estratégias de investimentos é o Value Investing. Conhecido como Investimento em Valor, essa é uma filosofia que considera o longo prazo e o potencial de crescimento de empresas. Esse método é o mais utilizado pelo megainvestidor e bilionário Warren Buffett.

Mas qual é a diferença do Factor Investing para o Value Investing, eles são a mesma coisa ou concorrentes? E a resposta é: nem são a mesma coisa e também não são concorrentes. 

A diferença acontece no momento da abordagem de procurar por empresas e acompanhar a evolução desses ativos. Enquanto o Value Investing olha para o valor das empresas, o Factor Investing foca em diversos fatores, e usa métricas e tecnologias como algoritmos e planilhas para construir uma carteira. 

Para saber mais, assista:

Como investir e usar na prática o Factor Investing?

Agora que já sabe o que é a estratégia de Factor Investing e como ela utiliza dados e tecnologia para te ajudar a investir melhor, está se perguntando como colocar os aprendizados em prática?

Antes de tudo, lembre-se que o Factor Investing foca no retorno de longo prazo, e não no curto prazo. Ou seja, investimentos com aplicações em que o resgate acontece em tempo mais extenso, podendo ser até de anos.

Após ter essa informação em mente, os dados são os grandes protagonistas da estratégia de Factor Investing na hora de montar uma carteira. Por isso, leve em consideração alguns passos antes de aplicar.

Como primeiro e mais importante passo, defina os critérios que deseja utilizar, ou seja, os famosos fatores que vão montar a carteira ideal e diversificada. Em seguida, são usados cálculos matemáticos ou algoritmos que vão avaliar todos esses dados e, ao final, definir as Ações que tenham maior potencial de retorno no longo prazo.

Para ficar ainda mais por dentro do conteúdo, confira: 

Mas lembre-se que como toda aplicação é necessário estudar e avaliar onde você está escolhendo aplicar o seu dinheiro, portanto se você não tem tempo ou conhecimento o suficiente para colocar em prática o Factor Investing, calma, nem tudo está perdido!

Sabia que já existem no mercado Fundos de Investimentos e ETFs que utilizam a estratégia de Factor Investing? Mais facilidade para você!

Se ainda não é um investidor e quer fazer parte do mundo dos investimentos para fazer seu patrimônio render, abra uma conta na Easynvest by Nubank. É fácil, rápido, descomplicado e com TAXA ZERO para investir em Ações e muito mais.