Você sabe o que é IPCA?

Essa sigla significa Índice de Preços ao Consumidor Amplo e é o principal indicador da inflação em nosso país. Trata-se da referência utilizada pelo governo para definir a meta de inflação e é calculado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Por meio do IPCA, é possível saber quanto aumentou ou diminuiu no preço de diversos produtos consumidos no Brasil, em um determinado período. Em dezembro de 2018, a projeção dos especialistas era de 0,10%, ou seja, aumento médio pago pelos brasileiros.

Mas o que isso tem a ver com seus investimentos? Continue a leitura e descubra o que é IPCA e como usar esse indicador a favor de um bom rendimento.

O que é IPCA? Como calculá-lo?

O IBGE usa como referência o custo de vida de famílias que têm renda de 1 a 40 salários mínimos e que residem nas seguintes regiões metropolitanas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Fortaleza, Salvador e Belém, além das capitais Brasília, Goiânia e Campo Grande.

Os dados são coletados a partir de setores do comércio, prestadores de serviços, valores de aluguel e concessionárias de serviços públicos, bem como o que foi consumido à vista de alimentos, bebidas, artigos para casa, habitação, comunicação, despesas pessoais, educação, saúde, transporte e vestuário.

Os valores são anotados e comparados com o do mês anterior, permitindo determinar a porcentagem de crescimento ou queda.

Para que o IPCA é usado?

Para entender melhor o que é IPCA, é preciso saber que ele é o principal medidor da inflação no país, servindo de referência para que o governo monitore a própria meta de inflação anual. A partir dos resultados obtidos, ele consegue definir políticas monetárias e medidas econômicas.

Com a finalidade de evitar o descontrole na inflação, como ocorreu no início da década de 1990, o governo tem uma meta anual. Se o IPCA aponta que ela poderá ser ultrapassada, o governo recebe o sinal para tomar medidas, como aumentar os juros da economia.

Isso significa que, indiretamente, o IPCA afeta seu poder de compra. No entanto, um investidor consciente e que busca o conhecimento necessário, consegue utilizar esse indicador em benefício próprio, pois o governo aplica essa variação em alguns investimentos do Tesouro Direto — o programa de venda de títulos públicos.

Desse modo, os títulos do Tesouro Direto acabam protegidos de altas na inflação. Contudo, não é apenas o governo que utiliza o IPCA. Contratos de aluguel podem reajustar mensalidades com base nele, bem como os preços de produtos no comércio. Viu como é importante saber o que é IPCA?

Quais os investimentos atrelados ao IPCA?

Saber o que é IPCA lhe ajudará a decidir quais são investimentos ideais para você e como usar esse índice a seu favor.

Agora que você já sabe como o IPCA mexe com o seu dinheiro, é possível utilizá-lo para investir melhor. Por isso, quando a inflação está em alta, você pode estudar investimentos que sobrevivem a escalada de preços. Conheça os principais:

Tesouro Direto

Quando você aplica no Tesouro Direto, está emprestando dinheiro ao governo.

Como existe uma variedade de títulos do Tesouro Direto, é importante conhecer e saber como cada um deles faz o dinheiro crescer..  O Tesouro Selic (LFT) e o Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) são dois dos mais populares da modalidade.

O Tesouro Selic tem seus rendimentos balizados pela taxa básica de juros da economia, enquanto o Tesouro IPCA+ paga o IPCA do período mais uma taxa fixada. Atrelados a esse indicador, esses títulos garantem bons rendimentos.

LCIs e LCAs

As Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) são parecidas com os Certificados de Depósitos Bancários (CDBs). No entanto, as LCs têm como objetivo dar crédito a segmentos específicos, no caso o imobiliário e o agronegócio. Dependendo do título, o rendimento pode ser atrelado ao CDI ou ao IPCA.

Quando a inflação e os juros estão em alta, as Letras de Crédito tendem a oferecer melhores rendimentos. Além disso, trata-se de um investimento protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante o montante investido em caso de quebra da instituição que ofereceu o título. Por meio dele, é possível resgatar até 250 mil reais por CPF e instituição.

Fundos de Investimento

Alguns fundos de investimento em renda fixa também têm seus rendimentos atrelados ao IPCA. Contudo, é fundamental verificar como funciona o fundo e quais são os índices que determinam a remuneração de cada cotista. Desse modo, é possível ter uma ideia real de ganho em relação ao investimento.

Agora que você sabe o que é IPCA e como ele afeta seus investimentos, tem à disposição o conhecimento necessário para continuar investindo de maneira segura e inteligente. Essa é a chance de fazer o seu dinheiro trabalhar por você!

Para saber mais sobre investimentos, confira essa seção do nosso blog e veja como fazer o seu dinheiro render.