Se a dúvida é comprar ou alugar, você deve estar se perguntando: como investir meu dinheiro?

Essa é uma pergunta frequente, mas o mais importante é saber que a busca por uma resposta para ela deve ser feita a partir do ponto de vista financeiro. Tem gente que prefere, por exemplo, alugar um imóvel ao invés de comprar. Contudo, essa é uma boa opção para você?

Cada pessoa tem suas próprias necessidades, expectativas e problemas. O fato é que, diante de uma análise baseada nas finanças, é possível identificar como o seu dinheiro pode trabalhar a seu favor para realizar, por exemplo, um sonho. Além de  desvendar alguns mitos, sabia?

Se a pergunta é ‘como investir meu dinheiro?’, siga lendo nosso artigo para saber qual é a melhor forma de investimento — se é comprando ou alugando um imóvel.

Como investir meu dinheiro: quando alugar ou comprar um imóvel?

Do ponto de vista financeiro, essa é uma das perguntas mais simples de se responder. Contudo, ela não é feita com certa frequência, pois nem todo mundo tem o dinheiro para comprar um imóvel à vista.

Para responder a pergunta “como investir meu dinheiro?”, antes é preciso conhecer um termo chamado custo de oportunidade. Ele se refere ao valor associado à melhor alternativa — caso você decida não ficar com ela.

Para tornar essa explicação mais realista, imagine que você tem R$ 500 mil para comprar à vista o imóvel dos seus sonhos. A compra dele significa a realização de um sonho, mas também representa uma perda.

Se essa mesma quantia fosse investida por 24 meses e sem depósito mensal, por exemplo, no Tesouro Selic, renderia R$ 53.426,10 nesse período — o equivalente a um carro popular.

Com um rendimento mensal próximo de R$ 2.200,00, você poderia alugar um imóvel mais barato e deixar o dinheiro render mais — alcançando novas oportunidades e comprando aquele que realmente é um sonho.

Você também pode fazer uma simulação aqui!

Melhor alugar ou comprar financiado?

 

imagem de miniatura de casa de madeira representando a compra ou aluguel de imóveis.

Quando as opções são alugar ou comprar a questão “como investir meu dinheiro” torna-se confusa, uma vez que o aluguel, apesar de não parecer uma boa opção pode ser a melhor escolha.

Você também pode usar o rendimento do dinheiro para financiar o imóvel, mas será que isso vale a pena? Muita gente prefere comprar uma casa ou apartamento do que alugar, pois considera o valor do aluguel como dinheiro desperdiçado.

O fato é que isso não é bem verdade — principalmente se pensarmos na liquidez de um investimento. Contudo, financiar também não significa que o imóvel é seu — pois, até que ele seja pago, a escritura ficará em nome do banco.

Além disso, a quantidade de juros colocada em um financiamento precisa ser avaliada antes de entrar em um negócio assim. Muitas instituições financeiras oferecem juros com sistema de amortização constante — aquele que as parcelas vão diminuindo à medida que você paga.

Esse financiamento também é conhecido como parcelas decrescentes e ele só funciona desse jeito porque, inicialmente, você paga todos os juros que a instituição colocou sobre o valor financiado.

Em muitos casos, o valor pago pelos juros nos anos iniciais do financiamento de um imóvel supera o de um aluguel. Por isso, com o aluguel, ainda sobra dinheiro para você investir e ter uma renda maior para comprar seu imóvel.

Existem outras vantagens em um imóvel alugado?

Agora que você já tem uma boa resposta à questão “como investir meu dinheiro” e sabe quais são as vantagens financeiras de se alugar um apartamento, em relação à compra financiada, nós vamos falar das demais que estão relacionadas aos imóveis alugados.

Nosso país ainda atravessa uma grave crise financeira que afetou praticamente todos os setores da economia — em especial o imobiliário. Por isso, muitas unidades ficaram prontas e não foram ocupadas.

Sabe o que acontece quando há uma grande oferta de casas e apartamentos para alugar? O preço se torna mais competitivo e o valor do aluguel cai! Os proprietários que vivem de aluguel não podem manter suas unidades em constante vacância, pois eles pagam taxas como IPTU e condomínio.

Se existe uma maior oferta de unidades que estão disponíveis para o aluguel, é mais provável que você encontre uma que tenha as características desejadas — localização, tamanho, quantidade de vagas na garagem e etc.

Tudo bem que o imóvel não é seu, mas você pode negociar com o proprietário algumas melhorias que, por contrato, são abatidas do aluguel. É o caso das redes de proteção nas sacadas e janelas de um apartamento.

Problemas relacionados com o acabamento do imóvel, por exemplo, não são de sua responsabilidade — e sim do proprietário. Menos uma dor de cabeça para você, não é verdade? Assim, você tem tempo e dinheiro para continuar se programando para comprar o seu imóvel da maneira mais vantajosa e econômica possível.

Nesse período, existe mais mobilidade para escolher aquele imóvel que fica próximo da escola das crianças e até do seu trabalho. E caso vocês venham a mudar, basta escolher outro lugar.

Assim, você consegue se organizar de maneira efetiva para fazer com que seu dinheiro renda e trabalhe para você — além de amadurecer a escolha do imóvel que comprará, aumentando as chances de se sentir realizado com a compra dele.

E então? Já tem filhos? Confira aqui as melhores dicas para educar financeiramente as crianças.