Você sabia que existem hoje mais de 5.000 Fundos de Investimento abertos no mercado? Então, com tantas opções disponíveis, como escolher Fundo de Investimento com potencial de fazer o seu dinheiro render?

Neste texto, você vai encontrar dicas para escolher o melhor Fundo de Investimento, bem como ferramentas que vão facilitar muito a sua vida de investidor. Boa leitura!

  • Como escolher Fundo de Investimento e gestor com a “minha cara”?
  • Confira essas dicas e saiba como escolher Fundo de Investimento ideal para você
  • 1- Conheça seu perfil de investidor
  • 2- Defina qual é o seu objetivo
  • 3- Escolha seu tipo de Fundo
  • 4- Não compare alho com bugalho
  • 5- Procure saber o máximo possível sobre o fundo
  • 6- Analise o histórico
  • 7- Fique de olho nas estratégias
  • 8- Como escolher Fundo de Investimento com taxa justa
  • 9- Fique de olho nos prazos de resgate
  • 10- Confira a Tributação do Imposto de Renda
  • Como escolher Fundo de Investimento com as Estrelas Morningstar
  • Como escolher Fundo de Investimento usando o comparador da Vérios
  • A Easynvest te mostra como escolher Fundo de Investimento de maneira simples
  • Chegou a hora de escolher o melhor para o seu dinheiro

Como escolher Fundo de Investimento e gestor com a “minha cara”?

Como falamos, existem milhares de fundos no mercado financeiro brasileiro. Eles precisam seguir as regras de cada um deles, mas com suas próprias características.

Os gestores são profissionais capacitados para comprar e vender os ativos que compõem os fundos. Para isso, eles seguem os objetivos e regras estabelecidos no regulamento.

Assim, depois de saber o seu perfil, o investidor deve conhecer o regulamento, a lâmina de informações essenciais e o formulário de informações complementares do fundo que você pretende investir.

Mas fique tranquilo! Todos os fundos são obrigados por lei a divulgar essas informações. Mas se você ainda está preocupado com a segurança, saiba que a indústria de fundos é regulada e fiscalizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Além disso, vamos te explicar como encontrar os dados na plataforma da Easynvest.

Confira essas dicas e saiba como escolher Fundo de Investimento ideal para você

1- Conheça seu perfil de investidor

No mercado de Fundos de Investimento existem produtos que atendem diversos perfis. Eles vão desde o mais conservador até o mais arrojado. Assim, analise primeiramente o seu perfil. Aqui você encontra um conteúdo especial para te ajudar a entender que tipo de investidor você é.

2- Defina qual é o seu objetivo

Curto, médio ou longo prazo. Existem essas três possibilidades quando falamos de aplicações financeiras. Por isso, a dica é simples. Investimentos de curto prazo requerem fundos com estratégias mais conservadoras. Por outro lado, em investimentos de médio e longo prazo, é possível avaliar fundos que possuam funcionamento mais complexo.

3- Escolha seu tipo de Fundo

Existem vários tipos de Fundos de Investimento. Por exemplo os Fundos de Renda Fixa, de Ações, Multimercado, Imobiliários, Cambiais, e por aí vai. Cada um tem características que servem para diferentes tipos de estratégia. 

Mas, se tiver qualquer dúvida sobre cada tipo de fundo, não deixe de ler sobre eles. É só clicar nos links aí em cima.

4- Não compare alho com bugalho

Existem produtos com diferentes estratégias e potenciais de retorno. Por isso, não é justo e até mesmo correto comparar itens tão distintos. Então, procure comparar fundos que possuam características parecidas. 

Por exemplo, um Fundo de Ações tem que investir no mínimo 67% do patrimônio na Bolsa de Valores. Enquanto isso, um fundo Cambial é obrigado a alocar 80% dos seus recursos em moeda estrangeira. Assim, temos dois tipos de fundos que não são comparáveis entre si.

5- Procure saber o máximo possível sobre o fundo

Essa parte requer tempo e paciência. O histórico de retorno de um Fundo de Investimento é uma informação importante, sem dúvidas. Mas não é a única a ser levada em conta. É preciso saber e entender onde o fundo aloca os recursos e se ele busca superar ou acompanhar algum índice (Ibovespa, CDI ou taxa Selic). Também verifique taxas de administração, performance e prazos de resgate.

Mas não se preocupe. Vamos falar sobre cada um deles mais detalhadamente adiante.

6- Analise o histórico

Os administradores e gestores também são obrigados a divulgar informações diariamente sobre cada fundo. Ou seja, valor da cota, patrimônio líquido e movimentação de ativos. Rentabilidade por cota e outras informações também devem ser periodicamente informadas aos investidores.

Ou seja, busque e entenda todos esses dados e os alinhe com uma estratégia que reflete de verdade suas metas e seu perfil de investidor. Pronto! Agora você está preparado para escolher um Fundo de Investimento com a sua cara.

7- Fique de olho nas estratégias

Existem diversos tipos de fundos, Por exemplo os de Renda fixa e DI, Multimercado, Cambial, Ações. Em outras palavras, só com Fundos de Investimentos é possível montar uma carteira bem diversificada. E o melhor de tudo, com a decisão da escolha de ativos a cargo de um gestor profissional. 

Portanto, ler a lâmina de informações essenciais é o primeiro passo para fazer uma escolha acertada e evitar surpresas no decorrer da jornada.

8- Como escolher Fundo de Investimento com taxa justa

Todo e qualquer fundo de investimento possui taxa de administração. Esse é o ganha pão dos gestores. Afinal, a dedicação desse profissional é exclusiva ao fundo. Já a taxa de performance funciona como uma comissão pelos bons resultados do fundo, o que gera uma conciliação de interesses entre o gestor e o investidor. Confira a seguir alguns itens para observar no momento da pesquisa. 

Fundos de menor complexidade devem ter taxas de administração mais baixas. Isso ocorre porque há menos trabalho de gestão. Ou seja, o gestor do fundo não precisa de uma equipe de analistas. 

Em contrapartida, um fundo de Renda Variável que tenha Ações em carteira necessita de uma equipe de analistas. Além disso, existem gastos com corretagem e custódia, o que encarece toda a estrutura. Por exemplo, uma taxa de administração de 0,50% para um fundo DI é justo.

Para um fundo multimercado, a faixa de 2% é atrativa. Enquanto isso, num fundo de Ações pode ter até 3% de taxa.

A taxa de performance, por outro lado, não deve ser baixa demais, para não incentivar o gestor a obter bons resultados Nesse sentido, ela também não deve ser alta demais, estimulando o gestor a correr riscos desnecessários. 

O valor mais comum praticado no mercado é de 20%. Por último, todo e qualquer resultado de rentabilidade divulgado já tem a dedução das taxas de administração e performance.

9- Fique de olho nos prazos de resgate

O prazo de resgate em geral está totalmente ligado à estratégia do fundo. Por exemplo, um fundo DI é capaz de devolver o dinheiro para a conta do investidor até um dia útil após a solicitação do resgate. 

Já nos fundos com estratégia mais complexa o prazo pode chegar a 30, 45, 60 dias e até mais. Por isso, avaliar os prazos de liquidez, ou seja, a velocidade com que você vai receber o seu dinheiro de volta, é fundamental. Isso vai evitar que você tenha surpresas diante de um imprevisto. 

Da mesma forma, os valores de entrada, retirada e permanência mínima são tão importantes quanto os prazos de resgate.

10- Confira a Tributação do Imposto de Renda

Os Fundos de Investimento podem ter regras de tributação diferentes. Fundos classificados como de longo prazo seguem a tabela regressiva do Imposto de Renda. Veja aqui embaixo. Em síntese, eles são os mais comuns no mercado e têm estratégias de investimento para prazos maiores do que 365 dias. 

  • 22,5% para aplicações de até 180 dias
  • 20% em aplicações de 181 dias a 360 dias
  • 17,5% em aplicações de 361 dias a 720 dias
  • 15% em aplicações de 721 dias ou mais

Os Fundos de Ações são exceção. Eles têm alíquota de Imposto de Renda de 15% em qualquer tempo de aplicação.

Como escolher Fundo de Investimento com as Estrelas Morningstar

Aqui na Easynvest, você tem algumas ferramentas que te ajudam a escolher o melhor Fundo de Investimento. Uma delas são as Estrelas Morningstar. Essa é a maior casa de análise de Fundos de Investimento do mundo. Na prática, ela produz um rating (avaliação) super qualificado para te ajudar na sua escolha.

Em outras palavras, o rating Morningstar significa ter uma escala da relação risco e retorno que vai de 1 a 5 estrelas, onde a nota 5 mostra que o fundo entrega resultado com consistência e boa gestão. Assim, são destacados os melhores fundos elegíveis disponíveis na Easynvest. 

Assim fica fácil, né? Para visualizar as estrelas Morningstar, é só acessar a plataforma da Easynvest

como escolher fundo de investimento

Mas atenção. Considere o Rating Morningstar como um complemento para sua análise na hora de escolher um fundo. Então, nunca o utilize como sendo o seu único critério.

Mesmo que as pesquisas confirmem que os fundos com 5 estrelas superam em grande parte os fundos com classificação de 1 estrela, lembre-se de que essa classificação é feita com base em dados passados. E já sabemos que, acima de tudo, rentabilidade passada não garante rentabilidade futura.

Como escolher Fundo de Investimento usando o comparador da Vérios

Em 2012, a Vérios lançou a ferramenta de comparação de Fundos de Investimento. Agora, ela estará disponível para clientes da Easynvest. Com a ferramenta, você pode ver a comparação entre os fundos e ainda fazer um comparativo com o Ibovespa e o CDI.

Em outras palavras, você tem uma baita ajuda para avaliar melhor opção para sua carteira comparando rentabilidade, histórico, volatilidade e patrimônio dentre mais de 40 mil Fundos.

Para usar o comparador de Fundos, é só clicar aqui

A Easynvest te mostra como escolher Fundo de Investimento de maneira simples

Na plataforma da Easynvest você acessa de maneira simples várias informações sobre Fundos de Investimento. Antes de tudo, os cards já mostram para você informações como:

  • Nome do fundo;
  • Categoria;
  • Valor mínimo para investir;
  • Prazo de resgate;
  • Risco.
como escolher fundo de investimento

Ao clicar para conhecer um fundo, você vai encontrar informações mais detalhadas sobre a gestora, o grau de risco e o histórico de rentabilidade. 

como escolher fundo de investimento

Além disso, informações operacionais como taxas, horários para aplicação e resgate, bem como valores para investimento e movimentação ficam um pouco mais abaixo no card.

Por fim, você pode fazer o download de todos os documentos do fundo, incluindo a lâmina e o regulamento.

Chegou a hora de escolher o melhor para o seu dinheiro

Agora que você aprendeu o que precisa analisar, já pode começar a investir em Fundos conhecendo os Fundos de Investimentos disponíveis na Easynvest. Mas, apesar de estarmos falando de como escolher esse tipo de investimento, não se limite a selecionar um único produto. Afinal, não se trata de uma grande aposta que mereça todas as suas fichas. 

Sempre diversifique!