São muitas as tentações. Sempre que o mês da Black Friday chega, é comum sermos bombardeados por anúncios. Ou seja, são incentivos ao consumo, exibindo aquele smartphone mais moderno, o eletroportátil para a sua cozinha e uma infinidade de produtos que você precisa ter (ou não).

 

Para você ter uma ideia, em 2020, 7,3 milhões de novos consumidores aderiram às compras pela internet. E eles foram motivados principalmente pela quarentena provocada pela epidemia do coronavírus.

 

Neste artigo, você vai encontrar dicas para resistir às tentações neste período de gastança. Do mesmo modo, vai conhecer algumas opções para manter a consciência financeira. Uma delas é trocar as compras pelos investimentos, fazendo o seu dinheiro render para o futuro. 

 

  • O que leva você a gastar tanto na Black Friday?
  • Dicas para evitar gastos desnecessários
  • Que tal fazer o seu dinheiro render na Black Friday?

 

Boa leitura!

 

O que leva você a gastar tanto na Black Friday?

 

Consumo e consumismo são coisas diferentes. Isso significa que fazer aquelas compras necessárias no supermercado, com os itens que você realmente precisa, é uma coisa. Comprar produtos que muitas vezes vão estragar na sua geladeira, é outra. 

 

Em outras palavras, o comportamento consumista é motivado por uma série de fatores. Isso envolve desde as estratégias da mídia para impulsionar a compra de novos produtos – como a obsolescência programada – até a influência de outras pessoas e redes sociais.

 

A obsolescência pode ser técnica ou psicológica. Quando ela é técnica, a vida útil do produto é reduzida, propositalmente, para que ele deixe de funcionar em um tempo pré-determinado. Pense por exemplo em um smartphone que começa a dar problema a partir do terceiro ano de uso.

 

No caso da obsolescência psicológica, o consumidor se sente insatisfeito com o produto — por mais que ele esteja em perfeito estado de funcionamento. Por exemplo quando ficamos ansiosos para trocar o celular ou até o carro por um modelo mais novo, bonito e moderno mesmo que o atual ainda esteja ótimo. 

 

Nesse sentido, abrir o feed de uma rede social e ver as pessoas aparentemente felizes, viajando, comendo em restaurantes descolados ou vestindo roupas novas, pode nos levar a um sentimento de inferioridade. Então, para superá-lo, em vez de investir dinheiro, nós o gastamos.

 

Para te ajudar a fugir do consumismo e evitar os gastos desnecessários, separamos aqui algumas dicas que vão te ajudar na hora das compras. Confira.

 

 

Pesquise, pesquise e pesquise

 

Tanto na hora de fazer uma compra quanto na hora de investir o seu dinheiro, buscar todas as informações sobre o produto é fundamental para tomar a melhor decisão. Assim, seja curioso, compare sites e busque mais informações.

 

Uma boa dica é já definir as marcas que te interessam. Monitore os preços de todos os produtos com alguma antecedência. Faça uma lista de sites em que vale a pena comprar na Black Friday. Quanto mais você souber sobre o assunto e sobre o produto, menor será a chance de ficar no prejuízo depois. 

 

Não perca seus objetivos de vista

 

Mantenha sempre o foco nos seus objetivos. Assim como no mercado financeiro, na Black Friday você pode se deparar com “ofertas imperdíveis” de vez em quando. No entanto, analise friamente se elas se enquadram nos seus planos e se encaixam no seu orçamento. Se e esse não for o caso, fique atento e coloque a tal oferta de lado.

 

Nesta Black Friday, não deixe a emoção dominar

 

O comércio vai ter sempre uma oferta diferente de um produto novo para oferecer. Assim como o mercado financeiro, sempre sujeito a oscilações que podem te fazer querer mudar de estratégia. Anúncios, comentários de amigos e afins não devem definir seus investimentos ou suas compras. É importante ficar atento e  resistir ao impulso e se mantenha fiel aos seus objetivos.

 

Duvide do senso comum

 

Nunca podemos tomar decisões importantes baseados apenas somente nas opiniões de alguém. Mesmo que essa pessoa seja extremamente experiente e renomada ou porque todo mundo esteja fazendo a mesma coisa. Sendo assim, use toda a informação que você conseguiu pesquisando e tome a sua própria decisão.

 

Quer fazer seu dinheiro render na Black Friday?

 

Apesar do impulso de fazer uma comprinhas da Black Friday, investir o seu dinheiro pode ser uma opção bem mais satisfatória. Como sabemos, o futuro é imprevisível. Por isso, é importante estar preparado para os imprevistos, bem como para as oportunidades que surgirem. 

 

E acredite, investir dinheiro não precisa ser um privilégio de quem ganha muito. Pelo contrário. Independentemente da sua situação financeira, é possível começar com pouco. 

 

Para dar um exemplo, na Black November da Easynvest você pode começar a investir na sua Previdência com R$ 100 e R$ 500. Além disso, a cada a cada R$ 500 investidos em qualquer plano de Previdência, você concorre a mais R$ 500.

 

Com R$ 100 você também pode investir em Fundos exclusivos da Easynvest, sem taxa de administração. Os Fundos Easynvest Top Ações e Easynvest Top Internacionais são administrados pela gestora Vinci Partners. Eles podem ser uma ótima opção para quem entrar no mundo da Renda Variável.

 

 

Por fim, você também pode escolher investir em produtos de Renda Fixa, como por exemplo o CDB pós-fixado da Avista, que rende 160% do CDI.

 

Para conferir essas e outras oportunidades de investimento, é só clicar aqui.