Dinheiro em poupança não é investimento e se você já tem essa consciência, provavelmente está em busca de opções para fazer com que o seu dinheiro renda de verdade. Entre essas opções, estão o banco de investimento e a corretora de valores. Você saberia qual escolher?

Para ajudá-lo a responder essa e outras questões, preparamos este artigo que explica o que são bancos de investimento e corretoras de valores. Saiba as principais vantagens e desvantagens de cada opção para fazer uma escolha inteligente.

Continue a leitura e entenda o que vale mais a pena para você: o banco de investimento ou a corretora de valores.

O que é um banco de investimento?

O banco de investimento é um tipo de instituição financeira privada e especializada em operações como, a participação societária de caráter temporário, o financiamento de atividades produtivas e a administração de recursos de terceiros. Como são focados em investimentos, esses bancos não oferecem conta corrente.

Os bancos de investimentos – que atuam como Intermediários financeiros – fazem a ligação entre os investidores e os tomadores de empréstimos, sendo regulados pelo Banco Central do Brasil. A função deles é obter recursos de quem tem dinheiro para aplicar e emprestar para quem precisa, oferecendo um rendimento em cima desse valor.

E a corretora de valores?

Outro tipo de instituição financeira com foco em investimento é a corretora de valores. Diferentemente do que ocorre em um banco de investimento, nela você encontra opções para aplicar o seu dinheiro e fazê-lo render.

O papel da corretora de valores é intermediar a compra e a venda de ativos financeiros, como ações, títulos públicos federais (Tesouro Direto), títulos de crédito privado (CDB, LCI, LCA, debêntures e outros), cotas de fundo de investimento e mais.

Para funcionarem, as corretoras de valores recebem autorização do Banco Central e são fiscalizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que normatiza, fiscaliza, desenvolve e disciplina o mercado financeiro de títulos e contratos ofertados de forma pública.

Corretoras como a Easynvest contam com profissionais especializados que analisam as perspectivas de mercado e a conjuntura econômica, produzindo conteúdos educativos para auxiliar os investidores a encontrarem as melhores opções de investimentos.

Banco de Investimento x Corretora de Valores: vantagens e desvantagens

Antes de fazer sua escolha é imprescindível conhecer tanto o Banco de Investimento, quanto a Corretora de Valores, para saber qual atende melhor ao seu perfil.

Diversidade de opções

Essa é a principal vantagem da corretora de valores. Ela disponibiliza diversas opções de investimentos, provenientes de várias instituições financeiras. Já o banco de investimento costuma limitar as ofertas aos próprios produtos — principalmente para quem não tem tanto dinheiro para investir.

É na corretora de valores que você tem acesso a aplicações que, no banco de investimento, são feitas somente aos clientes de alta renda.

Rentabilidade

A diversidade nos investimentos oferecidos por uma corretora de valores permite que você encontre a melhor rentabilidade. É possível escolher, por exemplo, CDBs que pagam acima do CDI.

Em uma corretora de valores, você pode fazer esse tipo de investimento com um total igual ou superior a R$ 1 mil. No banco de investimento, essa oferta está disponível para quem tem milhares ou, em alguns casos, milhões para investir.

Atendimento

Ao contrário do banco de investimento, as corretoras de valores como a Easynvest possuem um atendimento voltado para a satisfação do cliente, oferecendo ferramentas que ajudam a analisar a atual situação financeira e, desse modo, planejar como seu dinheiro será investido.

Produtos

Quantas vezes o seu banco já entrou em contato para oferecer um título de capitalização? As instituições financeiras tratam isso como uma modalidade de investimento, o que não é correto.

O desconhecimento faz muita gente contratar títulos de capitalização e, depois de um tempo, perceber que fizeram um mau negócio. Na Easynvest apenas investimentos confiáveis são disponibilizados.

Acompanhamento

Cabe ao investidor, no banco de investimento ou na corretora de valores, acompanhar os valores aplicados. No caso dos bancos, esse serviço pode ser oferecido para os clientes de alta renda e, mesmo assim, existe um custo por trás disso.

Taxas

As corretoras de valores não costumam cobrar taxas para abertura de conta e, em alguns casos, não há cobranças para operar o Tesouro Direto. Isso ocorre porque são as instituições que ofertam os produtos que remuneram as corretoras.

Comodidade

O banco de investimento pode gerar uma falsa sensação de comodidade, pois direciona seus investimentos internamente — o que parece prático. Só que isso tem um custo, que é a limitação das possibilidades de investimento.
Em uma corretora de valores como a Easynvest, você tem autonomia para decidir como distribuir seu montante, contando com um rico material que lhe ajuda a tomar a melhor decisão.

A Easynvest tem uma plataforma on-line para que você possa fazer tudo isso de maneira prática e sem burocracia. Já no banco, pode ser que você lide com algumas regras menos flexíveis.

Segurança

Tanto o banco de investimento quanto a corretora de valores são seguros. Ambos trabalham com investimentos que são garantidos por instituições como o Tesouro Nacional e o Fundo Garantidor de Crédito.

Agora que você conhece melhor o que faz o banco de investimento e a corretora de valores, pode escolher a que mais vale a pena para o seu perfil.

Na Easynvest, você tem uma plataforma completa para conhecer os melhores investimentos e decidir em quais deseja aplicar o seu dinheiro. Conheça o nosso simulador e veja o quanto ele pode render!