É muito simples virar um investidor. Afinal, basta você realizar uma aplicação em um produto financeiro e pronto, já vai se tornar um de nós. Mas você sabia que há um tipo diferente de classificação? Isso mesmo. O investidor qualificado.

Se você já abriu o Portal da Easynvest, deve ter percebido que há aplicações apenas para esse tipo de investidor. Normalmente, são produtos mais complexos, com taxas de retorno mais atrativas, porém apresentam um grau de risco mais elevado.

Segundo a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), órgão que regula o mercado financeiro, o investidor pessoa física deve apresentar pelo menos um dos seguintes pontos para se tornar um investidor qualificado:

  • Possuir investimentos financeiros em valor superior a R$ 1 milhão
  • Ter aprovação em exames de qualificação técnica ou possuir certificações aprovadas pela CVM como requisitos para o registro de agentes autônomos de investimento, administradores de carteira, analistas e consultores de valores mobiliários

Portanto, o investidor que não tiver essa quantia elevada em investimentos, pode se tornar um investidor qualificado ao tirar as cerificações necessárias. Segundo a CVM, essas são as certificações válidas:

  • Certificado da Ancord (agentes autônomos);
  • Certificado CGA (gestores de recursos de terceiros);
  • Certificado CEA (assessores de investimento);
  • Certificado CFP (planejadores financeiros);
  • Certificados CNPI (analistas de investimentos);

A principal intenção do órgão que regulamenta o mercado é proteger possíveis investidores de riscos maiores ao seu patrimônio, resultando em perdas significativas.

Além de se enquadrar nos pré-requisitos descritos acima, o investidor deve solicitar a corretora ou banco que pretende investir o Termo de Investidor Qualificado para preencher e confirmar seu perfil.

Investimentos para os qualificados
Afinal, quais são os produtos para esses investidores? Desde 2016, a CVM restringiu todos as aplicações em CRAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio) para apenas investidores qualificados. Você pode conferir tudo sobre essa aplicação aqui.

Além dos CRAs, outros investimentos que você poderá encontrar na plataforma da Easynvest, como fundos de investimento, CRIs e Debêntures.

Vale mencionar que para esses dois últimos, há títulos também para o investidor comum.