Estamos na primeira semana de abril e você já deve estar pensando na declaração do Imposto de Renda. Esse é o momento de separar documentos, pegar todos os informes de rendimentos, averiguar os recibos e mais alguns detalhes importantes.

E para você não se perder nessa e cair da boca do Leão, criamos uma Check List com os principais documentos que você precisará. Afinal, falta menos de um mês para o prazo final e nunca é uma boa opção deixar para declarar na última hora.

CIR-BlogChecklist-04-04-18-CS

Check List: o que você precisa!

O 1º passo é saber se você precisa ou não declarar. Se encaixa em algum dos pontos a seguir? Você precisa prestar contas para a Receita Federal.

  • Bens acima de R$ 300 mil em 31/12/17
  • Rendimento anual superior a R$ 28.559,70
  • Obteve ganho de capital com venda de bens e direitos
  • Recebeu valores acima de R$ 40 mil do FGTS, juros de poupanças ou rendimentos não tributáveis
  • Realizou operações na Bolsa
  • Receita bruta de atividade rural acima de R$ 142.798,50

2º passo! Se enquadrou em algum dos pontos acima? Você terá que separar os documentos abaixo:

  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Dados de contas bancárias
  • Cópia da declaração do IR de 2017
  • Informe de Rendimentos dos bancos, corretoras e salários
  • Outros rendimentos como pensões, doações e heranças
  • Recibo ou pagamento de aluguéis de moradia
  • INSS

O 3º passo é sobre o que nos mais interessa. Afinal, falamos bastante de investimento por aqui. Em sua declaração, você terá que informar à receita todos os seus investimentos e rendimentos, inclusive aqueles produtos que são isentos de IR. Tá com dúvida? Confira os principais pontos que você precisa saber sobre a declaração de seus investimentos:

  • Usar informe de rendimentos para auxílio
  • Saldo em conta corrente e todas aplicações devem ser declaradas
  • Investimentos isentos também devem ser declarados. Ex: LCI e LCA
  • Declarar na sessão “Bens e Direitos”, sessão onde você declara seus bens: imóveis, investimentos, etc
  • Preencher rentabilidade dos investimentos conforme consta no Informe de rendimentos
  • Movimentações de compra e venda de ações

Separou tudo? Agora é hora de fazer a declaração! Faça o download aqui do PGD (Programa Gerador da Declaração) para fazer seu I.R.

Vale mencionar também algumas importantes mudanças que a Receita Federal anunciou para declaração em 2018. A partir desse ano, a sessão “bens e direitos” terá novos campos para você informar mais detalhes, como CNPJ ou IPTU.

Ficou alguma dúvida? Fique tranquilo. Na próxima quarta-feira, 11, faremos um Webinar em nosso canal de Youtube para mostrar o passo a passo de como fazer sua declaração de I.R. Segue a gente lá!