Blog easynvest

#NuncaFoiTãoEasy

Ações, Renda variável

10 coisas que você precisa saber antes de investir em ações

O investidor já sabe: com o atual cenário de estabilização dos juros em torno dos 7%*, ele terá que aceitar mais riscos se quiser um retorno mais vantajoso em 2018. Um dos mercados que pode se beneficiar com o atual momento da economia é, com certeza, o de ações.

Porém, em um universo que é cercado de mitos e verdades que por muitas vezes pode se mostrar complicado, o que um investidor deve saber antes de “comprar” alguma empresa?

Para responder essa pergunta, selecionamos dez coisas que você precisa saber antes de investir em ações! Confere aí embaixo.

1º: Estude
Antes de fazer qualquer investimento, você precisa estudar o mercado. Assim como investir no Tesouro Direto ou em qualquer título de renda fixa, no mercado de ações você também precisa estudar. Bolsa de Valores, Ibovespa e ações são alguns termos que você deve conhecer e podem te ajudar nas primeiras buscas por informações.

2º: Vai investir quanto?
Tão importante quanto conhecer o mercado é saber quanto você irá investir. Lembre-se que no mercado de renda variável seu investimento pode perder valor. Portanto, é essencial que o dinheiro que você usará para comprar ações, não seja aquele que você irá precisar amanhã.

3º: Tempo
Ao contrário de um investimento em renda fixa, o mercado de ações não tem um prazo de vencimento para seus títulos. Por isso, se você deseja investir em uma empresa é importante que você vise o longo prazo. Dessa maneira, você diminui os riscos de investir em um momento de queda dos papéis.

4º: Buscando informações e análises
Você já deve saber que o mercado de ações é muito movimentado e que qualquer notícia pode influenciar a Bolsa. Mas, com um mercado tão agitado, onde procurar notícias e análises relevantes? No Portal da Easynvest, clicando em “Renda Variável”, “Mercado” e “Onde Investir”, você verá relatórios da Lopes Filho, casa de análise do mercado financeiro. Além de relatórios sobre como a economia deve se comportar, eles disponibilizam diariamente relatórios sobre empresas e recomendações de compra e venda de ações.

5º: Preferencial ou Ordinária?
Quer investir em ações? Você precisa saber qual escolher. No mercado, há dois tipos de ações: as preferenciais e a ordinária. As ações preferenciais dão prioridade ao investidor quando a empresa distribui os lucros do ano. Vale mencionar que todas as empresas de capital aberto são obrigadas a distribuir, no mínimo, 25% dos lucros. Enquanto isso, as ações ordinárias dão direito a voto para o investidor em assembleias e reuniões extraordinárias.

6º: Ticker
Ticker é o código de uma ação. Quer investir na Petrobras ou em qualquer outra empresa? Você precisa saber o ticker dela. As ações ordinárias têm sempre o número 3 no final do código de negociação, exemplo: PETR3, VALE3, etc. Já as ações preferenciais têm os algarismos 4,5,6,7,8 no final. Exemplo: PETR4, VALE5, ELET6.

7º: Quantas ações comprar?
Para comprar ações é necessário respeitar algumas regras. No mercado a vista, onde o investidor compra e vende ações no preço estabelecido no pregão, o investidor terá que comprar, no mínimo, 1 lote composto por 100 ações. Portanto, caso ele queira investir em uma empresa em que a ação esteja valendo R$ 10, ele terá que investir, no mínimo, R$ 1000.

Mas há a opção de comprar no mercado fracionário, que varia de 1 a 99 ações. Porém, como grande parte do mercado negocia ações em lotes de 100, há uma diferença no preço das ações no mercado fracionário. Além disso, como há menos negociações neste mercado, o investidor pode não encontrar um comprador quando quiser vender suas ações.

8º: Tipos de operação
Operação normal: É a operação em que o investidor compra um lote de ações hoje e vende em outro pregão. Por exemplo, compra hoje e vende amanhã, semana que vem ou no mês que vem.

Day trade: Quando o investidor compra e vende a ação dentro do mesmo dia.

9º: Opções
Apesar do investimento de ações não ter a cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), o investidor pode usar outro tipo de investimento para se proteger: opções. Nele, você investirá no mercado futuro da sua empresa, ou seja, quanto ela estará valendo. Dessa maneira, você pode comprar opções para se proteger de uma eventual queda no preço dos ativos.

10º: HomeBroker
Para você investir no mercado de renda fixa, basta acessar o portal da Easynvest e escolher seu título. Porém, no mercado de renda variável, para investir em alguma empresa você terá que acessar o HomeBroker dentro do portal Easynvest. É lá que você verá todas cotações das ações e como o mercado está se comportando. Além disso, é lá que você enviará as ordens para investir e comprar uma ação.

Agora que você já sabe sobre os principais pontos antes de investir em ações, está na hora de decidir qual empresa você deixará seu dinheiro rendendo!

*Segundo mostra a pesquisa Focus, relatório publicado semanalmente pelo Banco Central com projeções dos principais economistas do mercado.

2 Comments

  1. José Geraldo

    7º: Quantas ações comprar?
    (…) Portanto, caso ele queira investir em uma empresa em que a ação esteja valendo R$ 10, ele terá que investir, no mínimo, R$ 100.

    O valor mínimo a investir não seria R$ 1000, pois se um lote é composto por no mínimo 100 ações 100×10 seria 1000 reais.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén