Fundos DI e Fundos de Renda Fixa são duas modalidades muito parecidas: ambos são de baixo risco e compram títulos de renda fixa. Porém, um fundo DI investe em títulos atrelados à taxa Selic e com liquidez diária, enquanto um Fundo de Renda Fixa é uma alternativa para buscar ganhos mais elevados do que um investimento tradicional.

O que é um Fundo DI
Um fundo DI deve concentrar no mínimo 95% do seu patrimônio em títulos públicos atrelados à Selic. Portanto, seu rendimento sempre é muito próximo da taxa básica de juros atual. Esse investimento é muito usado para formar uma reserva de emergência. Assim, o investidor poderá recorrer a uma parte ou totalidade do valor aplicado em qualquer momento.

Historicamente, o retorno de um fundo DI oscila entre 95% e 100% do CDI, por isso, seu retorno é muito próximo de uma aplicação de renda fixa tradicional, como o Tesouro Selic, e serve para o mesmo propósito.

Vantagens de um Fundo DI
• Resgate a qualquer momento, com liquidez diária ou em D+1 (dia do resgaste mais um dia útil);
• Valor mínimo de aplicação menor que um CDB ou LC;
• Valores mínimos de resgate e permanência menores do que um CDB ou LC;
Baixo risco de mercado e de crédito.

Fundos de Renda Fixa
Esse tipo de investimento tem possibilidade de retorno mais elevado para médio e longo prazo do que um fundo DI. Isso acontece pois grande parte do patrimônio do fundo será investido em títulos prefixados e pós-fixados, garantindo um retorno acima da média de uma renda fixa tradicional.

Além disso, outra vantagem dos fundos é a possibilidade do gestor reposicionar a carteira de acordo com as variações do mercado e da economia. Num momento de queda de juros, é mais vantajoso concentrar os investimentos em títulos prefixados, enquanto em momentos de alta nos juros, é mais atrativo remodelar a carteira com pós-fixados.

A liquidez de um fundo de renda fixa pode variar com a estratégia do gestor e, por isso, é menos recomendável usá-lo como reserva de emergência, mas sim para buscar um retorno maior que o CDI em médio e longo prazo.

Vantagens de um Fundo Renda Fixa
• Valores de entrada menores que outros produtos de renda fixa, como CDB, LC, LCI, LCA;
• Baixo risco de mercado e de crédito;
• Possibilidade de retorno mais elevada quando comparado a outros produtos de renda fixa.

Tributação para fundos DI e Renda Fixa

Alíquota do Imposto de renda é:

De 0 a 180 dias: 22,5% de IR
De 181 a 360 dias: 20% de IR
De 361 a 720 dias: 17,5% de IR
De 721 dias em diante: 15% de IR

IOF regressivo somente nos primeiros trinta dias de aplicação

Come cotas: No último dia útil de maio e novembro, acontece a antecipação do pagamento do Imposto de Renda. Sempre é debitada a alíquota mínima de 15% nos fundos de longo prazo, e 20% nos fundos de curto prazo. O restante do imposto devido só é pago no momento do resgate.

Se você está em busca de investimento em Renda Fixa, mas não dispõe de capital para investir em CDBs ou Letras de Câmbio, os Fundos DI e de Renda Fixa podem ser aquela a oportunidade que você estava procurando. Se você quer saber mais sobre fundos de investimento, continue a acompanhar a nossa série.